quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Férias em Família

Por Ana Inês
repórter mãe de Íris, Davi e Caio

Saimos de Brasília em 19 de dezembro e há 19 dias estamos em Recife "cidade do mangue, procurando antenar novas vibrações"... Agora, cá estou eu e minha trupe do barulho.


Hoje fomos a um circo. Turismo quase certo em qualquer lugar do mundo. Mas, como não só de espetáculos vivem os mambembes, nos divertimos também em passear entre as casas (treilers) que abrigam cada família. Lá, conhecemos Michele, Patrícia, Gabriela, Thaís, Giulia, Ester, Romanetti e tantas outras mulheres, mães, filhas e avós circenses que trouxeram nova inspiração ao Repórter mãe, quando decidi escrever sobre as mães e famílias circenses, para as próximas postagens.


Antes, vale uma retrospectiva sobre o que andamos fazendo nesse meio tempo:
Na primeira semana tomamos um chá de sumiço.
Desligamos os celulares e fomos à praia. Ficamos uns dias no Recanto da Coruja, pousada que fez jus ao nome, quando se tratou de receber nossa trupe: um lugarzinho aconchegante, há poucos minutos da agitação de Porto de Galinhas e do surf de Maracaipe e há uns metros das piscinas naturais da Praia do Cupe. A dica entra logo mais, quando publicarmos nosso roteiro de estuários pelo Brasil, um bom programa para as próximas férias em família.





Fizemos até piquenique no mangue, quando pegamos uma jangada em busca dos cavalos marinhos de maracaípe. Nesse dia, nossa cara ficou assim, bem boba, leve e solta...













Depois, como Davi se intitula "Pernambucano de raíz" fizemos um turismo de volta às origens. Visitas às avós e bisavós e passeios simples. Andar pelas ruas do Recife Antigo, tomar o famoso Maltado na esquina das Galerias, ver o encontro dos Maracatus sob o comando de Naná Vasconcelos, passear nas praças, tomar raspa-raspa na praia de candeias e Boa Viagem, comer cuscus de coco e bolo de bacia com caldo de cana na esquina, correr, brincar e conversar solto na rua, visitar os amigos e conhecer histórias diferentes.



Fotografar a flor que brota entre os espinhos da palma e nos permitir ingressar em novas aventuras, mergulhar em outras águas - essas últimas fotos são do final de semana na travessia da Ilha de Itamaracá para a Ilhota da Corôa do Avião.










Nenhum comentário: