sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Parada Cultural

Por Ana Inês
Repórter Mãe de Íris Davi e Caio


Embora o assunto estivesse guardado pra um excelente texto, este post foi feito às pressas porque depois da mudança pra nossa casa (própria) dos sonhos, ainda estamos entre caixas, bagunça e sem internet. Mas, vale a leitura e a participação ainda no debate sobre leitura (concorrendo ao livro O Saci, de Monteiro Lobato) promovido pelos blogs do Mulheres na Rede e site Desabafo de Mãe.


Hoje (10/10) é dia do açougueiro... isso mesmo, dia do açougueiro: aquele profissional que habitualmente prepara os cortes de carne que vai à mesa do brasileiro, com o arroz e feijão de todo dia. Mas, o que isso tem haver com nosso debate literário?
Foi exatamente num açougue que encontrei o melhor exemplo de biblioteca popular, livros livres e cultura democrática. E, quem quiser me prove o contrário, ou conte outra história dessas que parece filme.
No post "Por um livro livre", quando propuz a doação de alguns de nossos livros infantis para cativar novos pequenos leitores - afora filhos, netos e sobrinhos – já sabia exatamente aonde poderia soltar aqueles títulos que separei (alguns exemplares repetidos que tinha em casa e outros, que estavam separados para dar de presente).
Fui ao açougue cultural T-Bone, na Quadra 312 Norte de Brasília, e entreguei a sacola bem recheada. A história de Luiz Amorim, açougueiro desde os 12 anos de idade, que aprendeu a ler aos 16 anos, quando ainda morava nos fundos do trabalho você pode ler no próprio site do Açougue Culturral T-Bone. Hoje Luiz Amorim mantém uma biblioteca comunitária e pelo menos 35 Paradas Culturais (bibliotecas mantidas em paradas de ônibus do plano piloto em Brasília).

3 comentários:

Bianca disse...

Ah, consegui postar, rs.
Adorei esse post. Não conhecia o Luiz Amorim.
Um beijo, Bianca

Bianca disse...

Será que meu comentário de Natal também vai?
Ana, um feliz Natal para vc e toda sua família. Muita saúde, paz, amor, união, harmonia. Tudo de bom! Beijos

Leandro disse...

Oi, Inês!
Tudo bem?
Gostei muito do seu blog! Gostaria de saber se você está interessada em mandar o vídeo para o vídeo www.toddynho.com.br falando como você trabalha a questão da reciclagem com a sua filha ou como pensa fazer isso??!...seria um depoimento contando como vocês lidam com o assunto, como você preferir...

Beijos!!!